top of page
  • Marco Antonio Silva Jorge

A polarização entre "nós" e "eles" - Capítulo 21 Livro - Bolsonarismo - Ideologia ou Religião



Receba a demonstração do CAPÍTULO 21 do Livro:

Bolsonarismo - Ideologia ou Religião




21 - As Similaridades Entre o Bolsonarismo e uma Religião - A polarização entre "nós" e "eles"



Nos últimos anos, o Brasil tem enfrentado um aumento significativo da polarização política. Essa polarização tem sido marcada por um discurso de confronto entre "nós" e "eles", que se intensificou durante a eleição de Jair Bolsonaro para a presidência da República. Esse discurso tem sido frequentemente comparado ao de uma religião, já que envolve a adoção de uma verdade absoluta e a utilização de símbolos e rituais para reforçar a coesão do grupo.



A polarização política entre "nós" e "eles" tem sido alimentada por diversos fatores. Um deles é a fragmentação da mídia e o aumento da circulação de informações nas redes sociais, que favorece a formação de bolhas de opinião. Outro fator é a descrença nas instituições políticas e a falta de representatividade dos partidos tradicionais, o que abriu espaço para o surgimento de lideranças populistas que se apresentam como alternativas ao sistema.



No entanto, o que chama a atenção é a semelhança entre esse discurso de polarização e os elementos presentes nas religiões. Ambos utilizam a figura de um líder carismático para unir os fiéis em torno de uma verdade absoluta. Ambos utilizam símbolos e rituais para reforçar a identidade do grupo e criar uma sensação de pertencimento. E ambos utilizam a narrativa de um conflito entre "nós" e "eles" para justificar ações que, muitas vezes, são contrárias aos valores democráticos.



Um exemplo claro dessa polarização pode ser visto nas manifestações que ocorreram no Brasil nos últimos anos. Tanto os manifestantes pró-Bolsonaro quanto os manifestantes contra o governo se identificam como parte de um grupo que luta pelos interesses do país.



No entanto, a forma como cada um desses grupos se enxerga e enxerga o outro é profundamente polarizada. Os manifestantes pró-Bolsonaro frequentemente utilizam o termo "petralhas" para se referir aos opositores, enquanto os manifestantes contra o governo costumam se referir aos apoiadores de Bolsonaro como "fascistas".



Outro exemplo dessa polarização pode ser visto nas redes sociais, onde os debates políticos frequentemente se transformam em verdadeiras batalhas campais. Os usuários se agrupam em bolhas de opinião e defendem suas visões de forma apaixonada, muitas vezes sem levar em consideração o ponto de vista do outro. Esse ambiente de conflito acirrado tem gerado um clima de tensão que se reflete no mundo offline, com manifestações violentas e ataques a políticos e jornalistas.



Diante desse cenário, é fundamental refletir sobre as similaridades entre o discurso de polarização política e os elementos presentes nas religiões. A polarização extrema pode levar à exclusão de grupos políticos e sociais, à erosão da democracia e à disseminação do ódio e da violência. É preciso buscar formas de superar essa polarização e promover um diálogo mais construtivo entre as diferentes visões políticas.



A polarização política sempre foi um tema presente na história do Brasil, mas ganhou força nos últimos anos com a ascensão do bolsonarismo. Uma das principais características dessa corrente política é a construção de uma narrativa que divide o mundo em "nós" e "eles". Essa polarização pode ser vista em diversos aspectos da sociedade, desde as relações pessoais até as decisões políticas do governo. Neste capítulo, analisaremos como essa polarização se assemelha a uma religião e quais são as consequências disso para a democracia brasileira.



Uma das maneiras pelas quais o bolsonarismo polariza a sociedade é através da demonização de grupos políticos e sociais que não se alinham com a sua ideologia. Esses grupos são rotulados como "comunistas", "globalistas" e "esquerdistas", entre outros termos pejorativos, e são apresentados como uma ameaça à ordem e à segurança do país. Essa estratégia de demonização é semelhante à utilizada pelas religiões para criar uma identidade coletiva em torno de um inimigo comum.



Outra característica da polarização bolsonarista é a ênfase na lealdade ao líder. Assim como em algumas religiões, a fidelidade ao líder é vista como uma virtude em si mesma, independentemente das políticas que ele adota. Essa fidelidade é muitas vezes expressa através de símbolos e rituais, como a exibição da bandeira nacional e o uso do slogan "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos". Esses símbolos e rituais servem para reforçar a identidade do grupo e criar uma sensação de pertencimento.



Outro aspecto da polarização bolsonarista é a desconfiança em relação às instituições democráticas e aos meios de comunicação tradicionais. Essa desconfiança é alimentada pela narrativa de que existe uma conspiração para derrubar o governo e impor uma agenda "globalista" no Brasil. Essa narrativa também sugere que a imprensa tradicional faz parte dessa conspiração e não é confiável como fonte de informação. Esse clima de desconfiança pode levar a um enfraquecimento das instituições democráticas e à erosão da confiança nas eleições e no sistema político como um todo.



A polarização bolsonarista também se manifesta na forma como o governo trata as minorias. Grupos como os povos indígenas, os LGBTs e as mulheres são frequentemente alvo de ataques verbais e políticas que visam restringir seus direitos. Essas políticas são justificadas através de uma retórica que apresenta esses grupos como uma ameaça à família e aos valores cristãos. Essa retórica também serve para criar uma sensação de identidade coletiva entre aqueles que se opõem a esses grupos.



Outro exemplo da polarização bolsonarista pode ser visto na forma como o governo lidou com os direitos trabalhistas e sociais. O governo Bolsonaro adotou políticas que visam enfraquecer os sindicatos e reduzir os direitos trabalhistas e previdenciários. Essas políticas são justificadas através de uma retórica que apresenta os trabalhadores e os movimentos sociais como inimigos do progresso e da economia.



Essa estratégia de demonização de grupos sociais é similar à utilizada pelas religiões fundamentalistas, que frequentemente retratam as minorias e os dissidentes como ameaças à moralidade e à ordem social. O bolsonarismo adota essa mesma estratégia, pintando os seus adversários como uma ameaça à família, à moral e à segurança pública.



Além disso, o bolsonarismo também adota práticas semelhantes às utilizadas por seitas religiosas para atrair e manter seguidores. Uma das estratégias é a utilização de informações falsas e teorias conspiratórias para criar um senso de comunidade entre os seus adeptos. Essa tática é utilizada para manter a fidelidade dos seguidores, que passam a acreditar que são parte de um grupo de pessoas que detém uma verdade oculta e que está sendo perseguido pelos seus inimigos.



A polarização também se manifesta na forma como o bolsonarismo lida com a oposição política. O governo tem adotado uma postura hostil em relação aos seus adversários, recusando-se a dialogar e buscando constantemente desqualificar as críticas e as denúncias. Essa postura de "nós contra eles" leva a uma polarização que prejudica o diálogo democrático e dificulta a construção de consensos.



Essa polarização pode ser vista em diversos setores da sociedade brasileira, como na política, na mídia e até mesmo na família. Muitas vezes, amigos e familiares se veem divididos por causa das opções políticas e ideológicas. Isso cria um clima de hostilidade que prejudica a convivência e a democracia.



O bolsonarismo utiliza essa polarização como forma de manter a sua base eleitoral unida e fiel. Ao pintar os seus adversários como inimigos, o governo consegue manter uma narrativa coesa e mobilizar os seus seguidores em torno de uma causa comum. No entanto, essa estratégia tem um preço alto, que é a polarização social e a erosão da democracia.



É importante ressaltar que a polarização não é um fenômeno exclusivo do bolsonarismo. Ela é uma característica das sociedades modernas e pode ser vista em diversos países e contextos políticos. No entanto, o bolsonarismo utiliza essa polarização de forma sistemática e deliberada, como parte de uma estratégia política para manter-se no poder e avançar na implementação da sua agenda ideológica.



Diante desse cenário, é fundamental que a sociedade brasileira reflita sobre os perigos da polarização e busque formas de construir pontes e diálogos entre os diferentes grupos políticos e sociais. É necessário lembrar que a democracia se baseia no diálogo e na convivência pacífica entre as diferenças. A polarização e a demonização do outro apenas levam a um aumento da violência e da intolerância, o que é prejudicial para todos os setores da sociedade.



Outra forma em que a polarização entre "nós" e "eles" se manifesta no bolsonarismo é através do discurso anti-intelectual e anti-ciência adotou pelo governo. Bolsonaro e seus apoiadores frequentemente desqualificam especialistas e pesquisadores em áreas como a saúde pública e o meio ambiente, questionando suas credenciais e acusando-os de estarem envolvidos em uma conspiração contra o governo.



A polarização também se manifesta no tratamento dado pelo governo Bolsonaro às minorias étnicas e sexuais. O governo adotou uma postura hostil em relação aos direitos LGBTQIA+, por exemplo, buscando proibir a exibição de conteúdo LGBTQIA+ em escolas e cancelando editais de financiamento para projetos culturais com temáticas LGBTQIA+.



A polarização política no Brasil tem sido exacerbada pelo uso de memes e fake news nas redes sociais. Bolsonaro e seus apoiadores usou essas ferramentas para disseminar informações falsas e difamatórias sobre opositores políticos, gerando um clima de desconfiança e hostilidade no debate público.



A polarização também foi alimentada pelo discurso belicoso adotado pelo governo Bolsonaro em relação a outros países. O presidente já se envolveu em diversas controvérsias com líderes de nações como China e França, adotando uma postura agressiva e nacionalista que coloca o Brasil em conflito com outros países e instituições internacionais.



A polarização no Brasil tem sido impulsionada pelo discurso anti-imprensa adotado pelo governo. Bolsonaro e seus apoiadores frequentemente acusam a mídia de ser parcial e de estar envolvida em uma conspiração contra o governo, desqualificando jornalistas e tentando desacreditar o trabalho da imprensa.



A polarização também pode ser vista na forma como o governo lidou com a questão da segurança pública. Bolsonaro adotou uma postura belicosa em relação ao crime, defendendo medidas extremas como a flexibilização do porte de armas e a redução da maioridade penal, o que tem gerado controvérsia e divisão na sociedade brasileira.



A polarização também tem se manifestado na forma como o governo lidou com a pandemia de COVID-19. Bolsonaro adotou uma postura negacionista em relação à gravidade da doença, minimizando sua importância e promovendo tratamentos sem eficácia comprovada. Isso gerou uma polarização em torno da questão da vacinação, com os apoiadores do governo questionando a eficácia e a segurança das vacinas.



A polarização no Brasil também tem sido alimentada pela disseminação de teorias conspiratórias. Bolsonaro e seus apoiadores frequentemente propagaram ideias como a existência de uma "deep state" conspirando contra o governo ou a suposta fraude nas eleições de 2018, o que gerou desconfiança e hostilidade em relação a instituições como o Judiciário e o Legislativo. Inclusive, com muitas evidências, na tentativa de golpe no dia 08 de Janeiro de 2023.



A polarização também pode ser vista na forma como o governo lidou com a questão ambiental. Bolsonaro adotou uma postura negacionista em relação às mudanças climáticas e defendido a exploração indiscriminada dos recursos naturais. Ele tem criticado duramente as políticas de proteção ambiental implementadas por governos anteriores, como o desmatamento zero na Amazônia, e promovido a flexibilização das leis ambientais.



Essa postura gerou críticas tanto no Brasil quanto no exterior. A destruição da floresta amazônica e o aumento do desmatamento têm impactos significativos no clima global e na biodiversidade. Além disso, a exploração irresponsável dos recursos naturais pode ter consequências graves para as populações locais e para a economia do país no longo prazo.



Outro exemplo da polarização bolsonarista é a forma como o governo lidou com a questão da violência. Bolsonaro adotou uma postura linha dura em relação à segurança pública, promovendo a flexibilização do acesso às armas e a adoção de medidas punitivas mais severas. Essas medidas são justificadas por uma retórica que apresenta os criminosos como inimigos da sociedade e que defende a eliminação daqueles que representam uma ameaça.



Essa postura gerou críticas por parte de organizações de direitos humanos e de movimentos sociais. A adoção de medidas punitivas mais severas pode ter um impacto desproporcional sobre determinados grupos sociais, como os jovens negros e pobres das periferias urbanas. Além disso, a flexibilização do acesso às armas pode aumentar a violência e a insegurança, em vez de reduzi-las.



A polarização bolsonarista também pôde ser vista na forma como o governo lida com a questão da diversidade sexual e de gênero. Bolsonaro adotou uma postura contrária aos direitos LGBT, promovendo ações que visam restringir a liberdade sexual e de expressão desses grupos. Essas ações são justificadas através de uma retórica que apresenta a diversidade sexual e de gênero como uma ameaça à família e à moralidade.



Essa postura tem gerado críticas de organizações de direitos humanos e de movimentos sociais. A restrição à liberdade sexual e de expressão pode ter um impacto negativo sobre a saúde mental e física desses grupos, além de fomentar a discriminação e a violência. Além disso, a postura contrária aos direitos LGBT pode prejudicar a imagem do país no exterior e afetar negativamente o turismo e os negócios.



A polarização bolsonarista também pode ser vista na forma como o governo lidou com a questão da educação. Bolsonaro adotou uma postura contrária às políticas educacionais implementadas por governos anteriores, promovendo a redução de investimentos em educação e a revisão dos currículos escolares. Essas medidas são justificadas através de uma retórica que apresenta as universidades públicas como locais de doutrinação ideológica.



Essa postura gerou críticas de educadores e de movimentos sociais. A redução de investimentos em educação pode ter um impacto negativo sobre o desenvolvimento humano e econômico do país, e a revisão dos currículos escolares pode levar a uma distorção da história e da ciência em prol de uma agenda ideológica. Além disso, a demonização das universidades públicas como espaços de doutrinação ideológica pode levar à exclusão de grupos sociais menos favorecidos, que dependem dessas instituições para ter acesso à educação superior.



Outro exemplo da polarização bolsonarista pode ser visto na forma como o governo lida com a questão da segurança pública. Bolsonaro adotou uma postura autoritária e repressiva, defendendo o uso da violência como forma de combater a criminalidade. Essa postura gerou críticas de especialistas em segurança pública e de movimentos sociais, que argumentam que a repressão policial pode levar ao aumento da violência e da criminalidade, além de violar os direitos humanos.



Além disso, a postura autoritária do governo Bolsonaro também se manifestou na forma como lida com a imprensa e com a liberdade de expressão. O presidente já chegou a acusar os jornalistas de serem responsáveis por "fake news" e de estar conspirando contra o seu governo. Essa retórica pode levar à descredibilização da imprensa e à restrição da liberdade de expressão, elementos fundamentais da democracia.



Outra forma de polarização bolsonarista pode ser vista na forma como o governo lidou com a questão dos direitos LGBT. Bolsonaro já fez diversas declarações homofóbicas e defendeu políticas que visam limitar os direitos dessa população, como a proibição do casamento entre pessoas do mesmo sexo e a restrição do acesso à educação sexual nas escolas. Essa postura gerou críticas de movimentos LGBT e de defensores dos direitos humanos, que argumentaram que a restrição dos direitos dessa população é uma forma de discriminação e de exclusão.




Além disso, a polarização bolsonarista pode ser vista na forma como o governo lidou com a questão indígena. Bolsonaro adotou uma postura agressiva em relação às populações indígenas, defendendo a exploração econômica das áreas protegidas e questionando a demarcação de terras indígenas. Essa postura gerou críticas de organizações indígenas e de defensores dos direitos humanos, que argumentam que a exploração econômica das áreas protegidas pode levar ao desmatamento e à destruição do meio ambiente, além de violar os direitos dessas populações.



Outro exemplo da polarização bolsonarista pode ser visto na forma como o governo lidou com a questão da pandemia de COVID-19. Bolsonaro adotou uma postura negacionista em relação à gravidade da pandemia, defendendo o uso de medicamentos sem comprovação científica e se opondo ao uso de medidas preventivas, como o distanciamento social e o uso de máscaras. Essa postura gerou críticas de especialistas em saúde pública e de movimentos sociais, que argumentaram que a negação da gravidade da pandemia poderia levar a um aumento no número de casos e de mortes.



Em resumo, as similaridades entre o bolsonarismo e uma religião são evidentes. O uso de símbolos e rituais, a figura do líder carismático, a polarização entre "nós" e "eles" e a utilização da retórica religiosa são alguns dos elementos que aproximam essas duas realidades.



Além disso, as consequências dessa polarização podem ser graves para a sociedade brasileira. A exclusão de grupos políticos e sociais, a erosão da democracia, a redução de direitos trabalhistas e sociais, o desmonte das políticas ambientais e o enfraquecimento da educação são apenas alguns exemplos dos problemas que podem ser gerados pela postura bolsonarista.



A importância da crítica e do diálogo democrático são fundamentais para que a sociedade brasileira possa superar essa polarização e encontrar caminhos para o desenvolvimento social e econômico. É preciso reconhecer as diferenças e buscar soluções que contemplem as necessidades e demandas de todos os grupos sociais.



Por fim, é importante lembrar que a política não pode ser tratada como uma religião. A democracia é um regime que pressupõe a convivência pacífica e respeitosa entre diferentes visões de mundo e ideologias. A polarização extrema e a utilização de elementos religiosos para justificar ações políticas são prejudiciais à sociedade e ao desenvolvimento do país.



Nesse sentido, cabe a todos os cidadãos brasileiros o papel de exigir um debate democrático e respeitoso por parte dos políticos e lideranças. A crítica e a reflexão são fundamentais para a construção de uma sociedade mais justa e equilibrada.





Esta é a demonstração do capítulo 21 do meu livro:

Bolsonarismo - Ideologia ou Religião




Gostaria de agradecer o seu interesse pelo tema e paciência para chegar até aqui, aproveite e confira outros títulos desse autor:



"Constituição 2.0: Rumo a um Brasil mais Justo e Democrático"



"A Fé Liberal: Desvendando a Religião do Liberalismo"



Desenvolva sua Inteligência Emocional com Salmos: Um Guia Prático



A Jornada do Pequeno Príncipe Brasileiro



Mentes em Chamas: Como Líderes Religiosos e Gurus de Autoajuda Manipulam suas Emoções



Bolsonarismo - Ideologia ou Religião



A Verdadeira Face da Midia: Revelando o Império das Fake News



Cristianismo Atualizado: Neurociência Inteligência Emocional e o Desafio da Política


Envelhecer Conectado: Um guia essencial para dominar a tecnologia e melhorar sua vida após os 50 anos



De volta ao Caminho: Uma Jornada de Superação Pessoal - O lado B do Empreendedor que Ninguém te Conta




NOSSOS DISCURSOS PRONTOS PARA PRÉ-CANDIDATOS e CANDIDATOS AO PODER LEGISLATIVO - VEREADOR - VEREADORA - DEPUTADO(A) ESTADUAL - DEPUTADO(A) FEDERAL


20 Discursos prontos sobre Igualdade Religiosa para você começar a trabalhar como Youtuber ENGAJAR Público e construir audiência desde já!


20 Discursos prontos sobre Empoderamento NEGRO para começar a trabalhar como Youtuber ENGAJAR Público e construir sua audiência rapidamente


20 Discursos prontos sobre Combatendo as Teorias da Conspiração no Brasil para começar a trabalhar como Youtuber ENGAJAR Público e construir sua audiência


20 Discursos prontos sobre Inclusão Digital da TERCEIRA IDADE para você começar a trabalhar como Youtuber ENGAJAR seu Público e construir sua audiência ainda hoje!


20 Discursos prontos sobre Direitos das MULHERES para você trabalhar como Youtuber para ENGAJAR seu Público e construir sua audiência rapidamente


20 Discursos prontos sobre o Governo LULA para ajudar você a trabalhar como Youtuber e ENGAJAR seu Público e construir sua audiência já!


21 Discursos prontos sobre o Governo BOLSONARO para você começar a trabalhar como Youtuber e ENGAJAR seu Público e construir sua audiência nesse momento



20 Discursos prontos sobre ECONOMIA para você trabalhar agora como Youtuber e ENGAJAR seu público e construir sua audiência já


20 Discursos prontos sobre Política parte 2 para você dar a partida e já trabalhar como Youtuber ENGAJAR seu público e construir sua audiência agora mesmo


20 Discursos prontos sobre Politica para você começar a trabalhar como Youtuber ENGAJAR seu público e construir sua audiência hoje mesmo


Super MINI-PACK 20 Discursos prontos sobre ECONOMIA e IMPOSTOS para Candidato(a) Vereador(a) Deputado(a) Estadual Federal para você dar início agora mesmo sua Pré-campanha para Eleição


20 Discursos prontos sobre os Subsídios Governamentais e Incentivos Fiscais para você começar a trabalhar como Youtuber ENGAJAR Público e construir audiência agora mesmo!



Super MINI-PACK 10 Discursos prontos sobre FAMILIA para Candidato(a) Vereador(a) Deputado(a) Estadual e Federal para começar hoje mesmo sua Pré-campanha para Eleição


Super MINI-PACK 10 Discursos prontos sobre MEIO AMBIENTE para Candidato(a) Vereador(a) Deputado(a) Estadual Federal iniciar sua Pré-campanha para Eleição


Super MINI-PACK 10 Discursos prontos sobre DIREITOS HUMANOS para Candidato(a) Vereador(a) Deputado(a) Estadual Federal para aquecer sua Pré-campanha para Eleição


Super MINI-PACK 17 Discursos prontos sobre SEGURANÇA PUBLICA para Candidato Vereador(a) Deputado(a) Estadual Federal começar hoje mesmo sua Pré-campanha para Eleição


Super Mini-Pack 15 Discursos prontos sobre SAÚDE para Candidato(a) Vereador(a) Deputado(a) Estadual Federal para começar agora sua Pré-campanha para a Eleição


Super Mini-Pack 10 Discursos prontos sobre EDUCAÇÃO para Candidato Vereador(a) Deputado(a) Estadual Federal começar já sua Pré campanha para a Eleição


Super Mini-Pack 10 Discursos prontos sobre MULHER para Candidato(a) Vereador(a) Deputado(a) Estadual Federal começar sua pré-campanha para Eleição 2024




Coloque esse artigo na Barra de Favoritos do seu Navegador e Continue acompanhando os nossos artigos para saber como melhorar ou construir sua capacidade de liderança no marketing político da pré-campanha até a eleição para Deputado(a) Estadual, Deputado(a) Federal ou Vereador(a) e como pode melhorar completamente suas estratégias para o projeto político on-line e campanha eleitoral.


E aproveite para conhecer nosso SUPER TREINAMENTO TOTALMENTE EM PORTUGUÊS para você Candidato(a) ao Poder Legislativo desenvolver todo seu potencial MELHORANDO SIGINIFICATIVAMENTE SUA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL:

Como enfrentar, combater e parar o ciclo da ansiedade e depressão para ter uma vida mais equilibrada, feliz e saudável Esse Super vídeo curso de 45 vídeos na Prática de Enfrentamento e Combate a Ansiedade e Depressão foi desenvolvida visando auxiliar seu entendimento, reconhecimento e busca por um tratamento adequado da ansiedade e depressão. Sem embromação e sem teorias enfadonhas. As aulas são rápidas objetivas e direto nos pontos importantes que irão fazer a diferença na sua vida. Ao assistir essa série de vídeos você terá mais clareza sobre esse tema e com os conhecimentos aqui compartilhados saberá como parar o ciclo da ansiedade e da depressão assumindo o controle total sobre seus pensamentos, sentimentos e emoções para a partir dai ter uma vida mais equilibrada, feliz e saudável: https://hotmart.com/product/super-video-aulas-saude-mental-enfrentando-combatendo-ansiedade-depressao-bonus-livros-exclusivos/I64214005D



Temos um Curso com vídeo aulas em Português para você descobrir Como Ser SOCIAL MIDIA PRO com CANVA Incluindo Google Ads como Gestor de Tráfego - Xô Crise! Trabalhe no Digital como SOCIAL MIDIA PRO com CANVA(designer) + Google Ads(tráfego) - Para Marketing Político e Negócios Locais para Municípios até 500.000 Habitantes + Módulo Especial para Gerar Recursos para o Candidato ao Poder Legislativo(deputado ou vereador) e/ou Renda Extra para você empreendedor digital!: https://hotmart.com/product/trabalho-digital-social-midia-pro-canva-designer-googleads-trafego-marketing-politico-negocio-local/Y63789492T



Temos um Guia de Marketing no Facebook FACILITADO Passo a passo Completo - que ensina as melhores maneiras de promover no Facebook. Ele também lhe dá instruções passo a passo, para que você possa se envolver no marketing do Facebook com uma chance maior do que a média de sucesso. Se preferir, pode copiar o link e colar no seu navegador: https://www.hotmart.com/product/guia-marketing-fb-facilitado-passo-a-passo-completo


ou copie e cole o link no seu navegador: https://hotmart.com/product/guia-campanha-politica-e-marketing-eleitoral-digital


(Receba mais informações no nosso Curso Passo a Passo de WordPress para Projeto Político 2022, Empresas, Negócios + KIT Marketing de Conteúdo REPLETO de modelos prontos para produção(copiar e colar) + Swipe Files em até 10x SEM JUROS! <---- CLICANDO AQUI MESMO ou copiando o link para o seu navegador: https://www.hotmart.com/product/curso-wp-projeto-politico-empresas-negocios-kit-marketing-de-conteudo-modelos-prontos-producao-copiar-colar-swipe-files)



Temos alguns outros guias, produtos digitais e cursos que podem ajudá-lo com o marketing digital para seu projeto político, causa, ou negócio. Conheça todos os nossos produtos: https://space.hotmart.com/interidade-producao-mentoria-consultoria-marketing-digital-politico-eleitoral-cursos-on-line-ead


Nossos cursos e produtos digitais voltados para Adultos 50 mais, Home-office e Marketing Político:





Comments


Quer Se eleger Deputado Estadual Online nas redes sociais

Quer Se eleger Deputado Estadual Online com site

Quer Se eleger Deputado Estadual Online no Blog

Quer Se eleger Deputado Estadual Online em conta

Quer Se eleger Deputado Federal Online nas redes sociais

Quer Se eleger Deputado Federal Online com site

Quer Se eleger Deputado Federal Online no Blog

Quer Se eleger Deputado Federal Online em conta

Quer Se eleger Vereador Online nas redes sociais

Quer Se eleger Vereador Online com site

Quer Se eleger Vereador Online no Blog

Quer Se eleger Vereador Online em conta

 

No INTERIDADE CURSO ONLINE (interidade-cursos-on-line.com.br) você pode fazer seu Marketing Político para Deputado Vereador com pouco investimento nas redes sociais, Facebook, Instagram, Twitter, Linkedin, Google Meet, Zoom com qualidade e muito mais.

 

Tenha a ajuda que você candidato(a) a Deputado(a) Estadual Deputado(a) Federal Vereador(a) para sua pré-campanha até a Eleição agora mesmo!

 

Se você procura cursos kits de marketing político guia de qualidade, aqui é o lugar certo. Estamos sempre trabalhando para proporcionar a melhor experiência, para que você possa Se eleger da melhor maneira possível. Somos referência quando o assunto é marketing político online!

 

 

Se eleger Deputado no Twitter - Se eleger Deputado ONLINE nas redes sociais - Se eleger Deputado ONLINE com site - Se eleger Deputado ONLINE nas redes sociais - Candidato Deputado - Candidato Deputado online - Candidato Vereador online - Se eleger Deputado - Se eleger Vereador - Seja Vereador online nas redes sociais - Seja Deputado online nas redes sociais - Deputado nas redes sociais completo - Seja eleito Deputado nas redes sociais - Seja Deputado Federal nas redes sociais - Se eleger Deputado Estadual nas redes sociais - Se eleger Deputado nas redes sociais completo - Se eleger Vereador nas redes sociais online - Seja Deputado - Seja Deputado Estadual - Seja Deputado FederalSeja Deputado Vereador - Se eleja Deputado no Facebook - Se eleja Deputado no instagram - Se eleja Deputado no Twitter - Se eleja Deputado no Linkedin - Se eleja Deputado no Google - Se eleja Deputado no Blog - Seja Deputado Online - Se eleger Deputado Online no Blog - Se eleja Vereador no Facebook - Se eleja Vereador no instagram - Se eleja Vereador no Twitter - Se eleja Vereador no Linkedin - Se eleja Vereador no Google - Se eleja Vereador no BlogSeja  Vereador Online - Se eleger Vereador Online no Blog

bottom of page